Entrevista Com o Aluno Breno Dias

Oi, Tudo bem com você?

Recebi um pedido do Breno, que é aluno do curso ‘Segredos da Arrematação’, solicitando uma entrevista, para falar sobre o resultado que ele teve em sua última arrematação. Fico muito feliz e animado com os resultados que meus alunos conseguem.

Para resumir um pouco, o Breno optou, de início, por investir em um leilão pequeno no Estado de Minas Gerais. Tratava-se tratava de uma gleba de terras com 2,6 Hectares situada em um local cercado de loteamentos, casas e um lote industrial. Ou seja, tratava-se de uma área bem valorizada.

O lote possuía um valor inicial de R$90 Mil Reais e foi arrematado pelo Breno por  R$140 Mil Reais. Este leilão se tornou disputado! Por este motivo, o valor ”subiu” . O Breno não contava com isto, mas aconteceu algo incrível. Confira no vídeo!

Segue a entrevista

 

Baixe o E-book Grátis Leilão de Imóveis Extrajudiciais!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber grátis o E-book!>

Segue a entrevista

Luís- Olá pessoal! Estou aqui com o Breno Dias. Ele é aluno do curso Segredos da Arrematação, fez o curso com a gente e me mandou um recado solicitando uma entrevista comigo, para a gente bater um papo, sobre o curso e sobre o resultado que ele teve na última arrematação. Fiquei muito feliz, dele fazer o contato comigo e, finalmente,  estamos aqui conversando.

Luís: Olá Breno! Tudo bem?

Breno: Olá Luis! Tudo ótimo e você?

Luís: Maravilhoso! Tudo ótimo. Conta um pouquinho da sua experiência no curso Segredos da Arrematação e desse seu resultado fantástico, que você teve na sua primeira arrematação.

Breno: Oi Luis. Como todo mundo, comecei a buscar informação na internet, sobre leilão, sobre arrematação, encontrei alguns vídeos seus, alguns vídeos de outras pessoas também que ofereciam o mesmo serviço e comecei a pesquisar e tive algumas referências boas de seu trabalho. Na época fechei com você. Eu lembro que fiz o pagamento e começamos o curso pouco tempo depois. Em meados do curso, eu identifiquei um imóvel num leilão pequeno, um leiloeiro pequeno, eu achei que seria uma oportunidade boa no interior de Minas. E era uma gleba de terra de 2 hectares. Uma gleba de terra que estava dentro da cidade em uma área urbana, já cercada por loteamento, por casas, e por outro loteamento industrial. Na época a gente viu, achou interessante –  o terreno não estava ocupado! Achamos que poderia ser um bom investimento, até pelo preço que estava. Esse terreno, na época tinha o lance inicial de 90 mil reais. Então, procuramos informações. Levantamos todas as informações que na época você me passou o que eu precisava buscar. De todas as informações que a gente levantou, a gente viu que não tinha sido feita uma avaliação, que o terreno não se enquadraria no preço que vimos. O terreno era bom, não estava ocupado. Então, já tinha uma facilidade. Então fomos para o leilão. Esse leilão foi presencial, no fórum da cidade e no dia do leilão estávamos presentes somente nós para arrematação, e uma outra pessoa; um outro empresário da cidade. Foi uma briga bem feia. Nós entramos no leilão querendo arrematar o negócio próximo dos noventa mil.

Luís: Perfeito!

Breno: Como não tinha quase ninguém, achamos que seria por esse valor. Mas o rapaz deu um lance também e foi nisso aí até R$140 mil, que foi o valor da arrematação. Esse valor foi até um pouco acima do que a gente esperava arrematar. Mas a gente, na hora, decidiu ir um pouco mais porque a gente viu que a pessoa que estava ali também estava interessada e estava dando lance. Então eu pensei: – Esse imóvel deve ser uma coisa bom, se não a pessoa não estaria brigando aqui, por causa desse imóvel. E arrematamos tudo certinho. Eu lembro que no dia da arrematação eu tinha te mandado a documentação e você ainda fez uma ressalva para eu pedir a averbação na matrícula do imóvel, da penhora do processo; desse leilão que não tinha sido averbado. Então a gente teve esse cuidado! Pedimos essa averbação e eles fizeram tudo certinho. Tivemos alguns problemas, por se tratar de uma cidade pequena e a juíza da vara desse processo, ela se ausentou por questões de saúde. Então, esse processo foi parar quase de cinco a seis meses. Por causa disso, a gente teve um probleminha. Mais por causa da documentação. Mas gastou o que? Um ano e dois meses, mais ou menos, para sair a documentação. Não por questão da própria vara, lá. Mas, deu tudo certinho na arrematação. Eu acho que ela foi boa. A gente ficou satisfeito com o resultado, e o que me chamou muito a atenção, foi recentemente, uma coisa de dois meses atrás, a gente queria fazer um investimento numa usina de energia fotovoltaica da nossa empresa, aqui em Minas

Luís: Perfeito!

Breno: E a gente procurou o banco, e o banco colocou as condições e tudo mais e a gente ofereceu esse imóvel como garantia, no financiamento. O banco fez uma avaliação do imóvel para liberar esse financiamento. Então, o financiamento foi liberado para gente com um crédito de 800 mil reais. Eu fiquei sem entender. Procurei um outro corretor da região da cidade e pedi uma avaliação atualizada desse imóvel. Expliquei a condição… que estávamos dando esse imóvel como garantia e tudo, e ele falou comigo: – Breno, esse imóvel, hoje aqui, ele estaria sendo avaliado em torno de 1 milhão e 200 mil Reais. Se o banco está pegando ele como garantia e te liberando um crédito de 800 mil reais é porque ele vale disso aí para cima. Então, você pode ficar tranquilo, que seu imóvel é um imóvel muito bom. Aí, nisso, eu fiquei bem satisfeito. Bem mais satisfeito com a arrematação! Não foi uma arrematação que eu fiz com intuito de comprar para vender aqui na frente. A gente já comprou para mais no futuro deixar investimento. Não foi para curto prazo. Era coisa mais médio e longo prazo. A gente não tinha planos. Mas, no dia da arrematação, o próprio, vamos falar assim, o concorrente nosso lá, após essa arrematação, veio e se apresentou para nós. Parabenizou que a gente tinha comprado um excelente terreno e se apresentou como dono do empreendimento que tinha ao lado. Que era um residencial que tinha sido construído ao lado. Então, a gente viu que lá mesmo ele fez uma proposta de possível parceria. Se eu tivesse interesse de abrir este terreno e lotear. Aí, a gente viu que tinha feito uma boa arrematação, naquele momento. E agora, com essa questão do banco a gente ficou mais satisfeito ainda e que agora a gente viu em questão de valores. A documentação do imóvel já está em mãos, toda certinha. Ela saiu no dia 09/03/2018.Então, em março deste ano nós já estávamos com esse documento nas mãos.

Luís: Maravilha! Recapitulado aqui Breno. Você investiu R$140 mil no terreno. Ou seja, buscou até um imóvel alternativo que a gente conversa no curso sobre isso, não é?  Tem muitas pessoas que olham somente para apartamentos, casas; e existem uma série de outras oportunidades como esse tipo de imóvel, que é uma gleba. Ou seja, você investiu R$140 mil e você foi buscar um financiamento no banco, usando esse imóvel como garantia e o banco disse que esse imóvel, ou seja, o avaliador do banco disse que esse imóvel vale mais que R$ 800 mil.

Breno: Isso!

Luís: Depois você pediu para um corretor fazer a avaliação, novamente, para você se certificar disso e o corretor falou que vale pelo menos R$1milhão e 200 mil. Ou seja, transformou seu capital de R$140 mil em pelo menos R$1milhão e 200 mil!

Breno: Mais ou menos isso.

Luís: Está de parabéns! Fantástico! E diz  um pouquinho para o pessoal que está assistindo, em que o curso Segredos da Arrematação, o que o Luiz que está falando com você, o que isso te ajudou. Ou seja, o que essa interação nossa, as nossas conversas através do “whatsapp”, o que você aprendeu no curso… em que isso ajudou você a ter esse resultado?

Breno: Luís, a gente sempre ouviu falar em leilão. Que leilão é uma boa oportunidade, que é um bom negócio e tudo mais, e eu sou corretor de imóveis, tenho outros negócios, mas sou corretor de imóveis. Trabalhei como corretor por muito tempo. Então tenho conhecimento na área. O curso em si veio para enriquecer esse conhecimento. A gente já tinha o costume de fazer investimento em imóveis, porém a gente queria entrar nessa questão de leilões e nada melhor do que você procurar quem entende. Então, a gente, igual eu te falei, teve referências boas suas e no processo em si, você me ajudou tanto no curso, com conhecimento passado quanto no momento da arrematação. Lembro que te mandei a documentação e você me ajudou a analisar aquela documentação e me deu garantia de que eu estava entrando em um negócio sadio e em um negócio que seria bom. Para mim, foi a melhor experiência possível. Recomendaria para qualquer pessoa. Te achei um cara muito profissional, um cara assim que me deu assistência tanto no início do curso para o aprendizado quanto no ato mesmo, daquela primeira arrematação nossa, entende? Então, para nós foi de grande valia. Um grande conhecimento que agora a gente tem. Vamos estar buscando cada dia mais. Vamos falar assim, conhecer mais da área, ter mais conhecimento e eu acho que o leilão igual você estava falando, é uma boa opção. Se você souber buscar as oportunidades certas, o mercado está cheio! Igual você falou…a gente pensou em arrematar um apartamento uma casa para vender depois e tudo mais, mas a gente achou essa área muito promissora, por estar dentro da cidade por estar numa área urbana e ser uma área grande, já cercada de casas e a gente resolveu investir nisso. Para surpresa nossa, agora com essa avaliação, a gente viu que foi muito melhor do que a gente esperava – infinitas vezes melhor do que a gente esperava. Então, estamos muito satisfeitos e agora é seguir tentando arrematar mais coisas.

Luís: Parabéns Breno! Orgulho de você, por saber que você está levando a sério o aprendizado! Que você aplicou o aprendizado, colocou em prática! Quero te dar os parabéns mais uma vez e dizer que você pode contar com a gente!

Breno: Obrigado! Nós estamos aí! Eu também te parabenizo pelo profissionalismo e por toda a assistência que você me deu. Espero poder contar com a sua assistência nos próximos leilões. Vamos fazer uma parceria boa!

Luís: Com Certeza! Nós estamos juntos! Muito obrigado pela sua entrevista, Breno!

Breno: Obrigado a você! Um abraço!

Luís: Um abraço!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *