Arrematar imóveis em leilão é um bom negócio

Todos os meses centenas de imóveis vão a leilão no Brasil, apesar desse ser um fato notório, arrematar imóveis em leilão continua sendo uma opção para uma minoria de investidores que preferem não comentar muito sobre essa modalidade e manter em segredos como realizam a  aquisição de casas, apartamentos, terrenos e lojas e salas comerciais.

 

 

Existem basicamente dois tipos de leilões, os Judiciais e os Extrajudiciais.

  • Os Leilões Judiciais são aqueles realizados pelo Judiciário: Nessa modalidade o que acontece é que em um determinado processo judicial, seja ele da Justiça Comum, também chamada de Justiça Estadual, Justiça Federal ou Trabalhista um devedor tem o seu imóvel penhorado para garantir o pagamento de uma dívida,  essa dívida é oriunda de um determinado processo, se o devedor não paga durante o processo o montante devido o imóvel penhorado vai a leilão.
  • Os Leilões Extrajudiciais são aqueles realizados fora da Justiça e na sua maioria são realizados pelos bancos como a caixa econômica Federal, Banco Itaú, são realizados nos imóveis que estão sendo pagos, a maioria dos investidores prefere esta modalidade, mas curiosamente essa é a modalidade que oferece menos retorno ao investimento.

A partir daí começa um procedimento que você já deve ter até mesmo assistido pessoalmente ou pelo menos já viu em em alguma novela ou filme.

Nos Leilões Judiciais, onde normalmente se estabelece estão as melhores oportunidades de investimento  leiloeiro estabelece o lance mínimo, na primeira praça ou leilão o lance mínimo vai ser dado pelo valor da avaliação já na segunda praça é onde normalmente a maioria dos investidores se concentra já que o lance mínimo passa a ser por 50% ou 60 % do valor da avaliação com a excessão da justiça trabalhista que os lances na segunda praça podem ser de até 40% do valor da avaliação.

Apensar de ser uma belíssima oportunidade de investimento ainda são poucos os que arrematam imóveis em leilão, isso porque, para se ter sucesso nessa atividade o investidor depende de um conhecimento que até mesmo poucos advogados no Brasil tem.

A especialização em leilões de imóveis não é oferecida por nenhuma faculdade de direito ou até mesmo curso de especialização, a maioria dos advogados aprende colocando a mão na massa e atuando na área.

Analisar um processo de leilão com atenção e analisar os riscos do negócio é fundamental para quem pretende atuar nessa área, apesar de ser uma área onde os advogados dão assessoria, não é fácil achar um advogado especialista ou até mesmo uma pessoa que entenda como analisar um processo para se precaver de um mal investimento ou ate mesmo perder o investimento realizado.

Qualquer pessoa que se prontifique a aprender pode ter sucesso nesta atividade, tudo depende da força de vontade uma boa fonte de conhecimento.

Pensando nisso que eu criei o curso www.segredosdaarrematacao.com.br exatamente para ensinar tudo o que é necessário saber para arrematar imóveis com total segurança sem o risco de perder dinheiro.

Baixe o E-book Grátis Leilão de Imóveis Extrajudiciais!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber grátis o E-book!>

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *